4 simples regras para tornar a sua conta do GMAIL mais segura.



Quase todos os dias ficamos sabendo de algum grande vazamento de informações, pessoas que perdem o controle sobre suas contas de email, redes sociais e muitos outros assuntos relacionados tanto à privacidade quanto a segurança dos usuários.

Pensando nisso, e sabendo que a grande maioria dos usuários possui uma conta no serviço de email do Google - GMAIL, resolvi colocar aqui 4 regras simples mas, que pode ajudar e muito a manter a segurança dos seus dados.

1. Ative o Duplo Fator de Autenticação - 2Factor Authenticator (2FA).

Já falando algumas vezes por aqui, e muito comentado em outros artigos sobre segurança, a funcionalidade de ter dois fatores de autenticação ativados em sua conta é um dos mais importantes passos que você pode fazer para garantir sua segurança.

Hoje as contas do Google garantem seu acesso a inúmeros serviços, não só ao email, mas também a fotos, documentos, calendários e muito mais. Ao ativar o 2FA, o usuário esta criando uma barreira a mais para o atacante, e esta barreira pode ser o que separa os seus dados de serem violados daqueles que realmente são violados.

Para entender melhor, temos que entender como a senha funciona. Dizemos que sistemas que usam somente a senha como fator de autenticação são sistema com processo de autenticação "fraca" pois dependem somente do que o usuário sabe - a senha. Em sistema com processos de autenticação mais "fortes", o sistema possui uma segunda, ou as vezes uma terceira camada de autenticação, não dependendo somente da senha. 



O 2FA é isso, além de digitar a sua senha para fazer o login, o sistema vai lhe pedir um número, no caso do GMAIL, gerado por um aplicativo do Google instalado em smartphones, e este código deve ser digitado logo depois da senha. Este valor gerado a cada 60 segundo, todos diferentes, então mesmo que seja capturado, não poderá ser usado novamente. Veja nesta ilustração retirada do site do Google Autheticator.



2. Monitore sempre as atividades em sua conta.

O Google, como muitos serviços, oferece a possibilidade do usuário verificar quais são as últimas atividades em seus serviços. Ao monitorar as atividades dos seu usuário, você garante que não há atividades de acesso de locais diferentes do normal.



Para conseguir verificar sua conta, vá em configurações de sua conta, veja não são as configurações do seu email, que pode ser acessado por meio da imagem da engrenagem, o acesso ao painel que permite ver as última atividades deve ser feito pela opção de configuração de sua conta, que pode ser localizado quando você clica sobre a imagem do seu usuário, vai aparecer uma opção "Conta/Account". Na página que vai abrir, busque pela opção "Atividades Recentes", como mostrado na imagem abaixo.



3. Verifique as permissões em sua conta.

Alguns serviços solicitam nossa aprovação para se conectar com sistemas e serviços do Google. De tempos em tempos é bom verificarmos quais destes aplicativos ainda tem esta permissão e se não há nada de estranho em nossas contas.

Para fazer isso, seguimos o mesmo caminha da dica anterior, só que agora vamos buscar nas configurações da conta a opção de "App e Serviços conectados". Lá vai ser possível identificar quais são os aplicativos e serviços que estão com acesso a seus dados.




4. Verifique sempre suas configurações.

Sempre que possível, ou seja, sempre, verifique como estão as configurações de sua conta. Agora sim, por meio da engrenagem no canto superior direito, acesse as configurações de sua conta de email, e lá veja as configurações de sua conta.

Para os que não tem tanta paciência, alguns locais mais críticos para conferir. Busque informações sobre os filtros ou ainda informações sobre as configurações de encaminhamento de mensagens, pois com este encaminhamento configurado de forma incorreta, ou com email já cadastro e que você não sabe qual é, pode indicar um comprometimento dos seus dados.

Claro que estas dicas são importantes mas, nunca devem ser tomadas como definitivas e únicas. Aconselhamos que sejam vistas as dicas dadas pela própria equipe do Google e podem ser acessadas aqui

Como eu venho dizendo já a algum tempo, o mínimo de cuidado do usuário e o bom senso podem reduzir e muito os problemas de segurança.




Nenhum comentário :

Postar um comentário

Gostaria de saber a sua opinião.