Controlem seus filhos, a Internet é um ambiente incontrolável.




Lembro que há alguns anos o que todo mãe queria era o filho ou a filha dentro de casa, pois lá se tinha a certeza de que estavam seguros. Muito bem, anos se passaram a Internet se tornou quase um Direito Universal da pessoa e agora o que discutimos é como proteger as crianças também dentro de casa.

O uso da Internet para crimes com crianças não é nada novo, o problema é que agora as crianças estão tomando conhecimento e conseguindo acesso à Internet cada vez mais cedo, e isso muitas vezes aliados ao fato de muitos pais precisarem passar o dia afastados de seus filhos. Este cenário é muito mais real do que imaginamos, quantas crianças passam bom parte do seu tempo com pessoas que não estão ligadas diretamente com os cuidados delas ?

Por este motivo, é de extrema importância que os pais possam iniciar as orientações de um uso mais seguro cada vez mais cedo, mas isso não os exime de manter o controle sobre aparelhos com acesso a Internet, e nem a vigilância constante sobre o que fazem e com quem se comunicam.

A Internet para as crianças pode ser um universo fantástico, com muito conteúdo que pode ajudar no desenvolvimento de seu conhecimento, troca de informações com colegas, jogos, desenhos e muito mais mas, como tudo na vida também pode ser um mundo sombrio e perigoso, assim como as ruas de qualquer rua perigosa, e você não deixaria seu filho andar sozinho em um bairro perigoso, não é mesmo ? E porque deixa ele usar a Internet sem qualquer monitoramento ? 

Hoje podemos encontrar facilmente na Internet uma grande quantidade de cartilhas e programas que tem como finalidade, de um lado ensinar pais a melhor a segurança de seus filhos e, por outro lado, possibilitar o controle total do computador, controlando endereços que são usados pelas crianças e até mesmo o que podem falar na web. 

Não são raros os casos onde criminosos buscam crianças na Internet, para dentre outras coisas conseguirem informações sobre a vida da família, endereço, contatos e todo tipo de informação que possa ser usada para praticar crimes que podem ir desde sequestro da criança até assaltos.

Tendo isso em mente, vamos passar a falar sobre algumas dicas que podem ajudar os pais na hora de manter seus filhos seguros dentro de casa também.

1. Redes Sociais: O perfil das redes sociais de crianças e adolecentes é agora considerado a extensão dos seus quartos. Neste ambiente os pais são proibidos e devem ser mantidos afastados a qualquer custo, a não ser que o adolecente queira "pagar um mico". Neste mundo de redes sociais e conexão quase que 24 horas do dia, os pais devem se manter cada vez mais atentos, crianças ainda não tem muito discernimento e, pela falta  deste discernimento, podem divulgar mais informaões do que deveriam, falando sobre seus endereços, escolas, hábitos e tudo mais que pode servir de vantagem para quem quer praticar maldades com os pequenos. 

Então vai a primeira dica. Redes Sociais só se os pais participarem !! É importante que os pais possam acompanhar todas as "postagens" de seus filhos e que tenham acesso a elas, mesmo que para isso tenham que ter a senha da rede social. Criança ainda não tem que ter liberdade absoluta.

2. Computador Pessoal: Quando coloco como computador pessoal, podemos expandir este entendimento para todo e qualquer dispositivo que possa ser usado para conectar à Internet como notebooks, tables e smartphones, o sonho de todo adolecente. O controle deste dispositivos pelos pais é muito importante, limitar horas de acesso e locais é o primeiro passo, depois, se possível só permitir o acesso com a supervisão de um dos pais.

Esta recomendação pode parecer um pouco exageradas mas lembre-se depois o estrago esta feito, e pode ser que você venha a sentir que deveria ter tido um pouco mais de controle sobre o que seu filho fazia.

Uma segunda dica, se sua casa tem um computador para uso dos seus filhos, coloque este computador em local visível, nada de colocar dentro do quarto.

3. Monitorar é preciso: Assim como no mundo real, no mundo virtual as crianças também devem ser monitoras, e digo mais, controladas em suas aventuras, isso não quer dizer tolidas. Os pais devem assumir seu papel também no mundo virtual, e passar a monitorar as ações que seus filhos estão tendo na Internet. 

Hoje existem muitos programas que podem ser usados para monitorar e controlar o uso do computador e a navegação na Internet, e devem ser usados sem o menor constrangimento pelos pais.

Neste artigo não vou ter a pretenção de analisar cada um dos muitos aplicativos com esta finalidade, vou apenas relacionar alguns e cabe a cada um fazer a avalaição de uso e ver qual melhor se encaixa nas suas necessidades. Abaixo segue a lista, lembre-se essa não é uma lista final e tem muito mais software por ai.

a.Chat Controller : É um aplicativo que pode ser usado para controlar o uso de programas de mensagens instantâneas.

b.CyberPatrol : Software utlizado para controlar o uso do computador. Neste aplicativo é possível criar horário de uso e ainda proibir o completo acesso a sites de determinadas categorias, já pré-configuradas no programa, mas que podem ser melhorada pelos pais.

c.NetFilter : Como os outros, também permite que os pais determinem os tipos de sites que podem ser acessados pelas crianças. Permite ainda o registro e armazenamento dos sites visitados e o controle de acesso.

Estes são apenas poucos dos muitos softwares que podem ser usados para controlar e melhorar a segurança das crianças e adolecentes no uso dos computadores. Poderíamos ficar escrevendo recomendações aqui até termos um texto extremamente longo, mas acredito que tudo pode ser substituído pelo acompanhamento dos pais e o uso do bom senso por parte destes nas orientações que devem dar a seus filhos.


Para fechar, um pequeno vídeo disponibilizado por uma iniciativa chamada  Família Mais Seguro, que pode ser acessada pelo link http://www.familiamaissegura.com.br/ e seus vídeos podem ser visto no canal deles no Youtube.



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Gostaria de saber a sua opinião.